passeios em londres

Intercâmbio em Londres - The Making of Harry Potter ❤️

agosto 21, 2017

“Isso até parece magia!” – Prof Gilderoy Lockhart (Harry Potter e a Câmara Secreta).

Eu me recordo muito nitidamente a primeira vez que assisti Harry Potter e a Pedra Filosofal. Eu devia ter uns 10 anos de idade e na época tínhamos um vídeo cassete velhinho, coitado... a fita foi emprestada pela minha tia. Eu fiquei extremamente encantada e confusa com a história, tive que assistir duas vezes para entender... Devo ter demorado meses para devolver a fita (desculpa tia), queria assistir todo santo dia...

Pronto, eu estava amando! Passei toda a minha adolescência na sofrência de aguardar o novo filme anualmente... A partir do terceiro (Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban) enfrentei filas e mais filas nos cinemas para pegar um bom lugar nas estreias... Participava de longas discussões no Orkut defendendo minhas teorias malucas para o fechamento da história... Sonhei incansavelmente com a minha carta de Hogwarts, ou pelo menos, conhecer os pontos famosos de Londres que apareciam nos filmes e eram citados nos livros (falando em livros, atualmente estou relendo Harry Potter e a Ordem da Fênix).

2015, ano do meu intercâmbio, eu estava mais ansiosa com a visita ao Studio Warner Bros do que com Londres especificamente... #ALOUCADOHPColoquei tanta, mas tanta expectativa nessa visita, e ainda consegui ser surpreendida positivamente com tanta incredibilidade.

Os ingressos estão à venda neste link, não são lá muito baratos mas vale cada pound – ah se vale. O Studio fica em um bairro chamado Leavesden, muito ao norte de Londres, dá uma canseirinha chegar lá, veja um dos trajetos neste link aqui.

Eu cheguei no Studio no primeiro ônibus do dia (OLHA A ANSIEDADE DA PESSOA). A primeira coisa a visitar é a lojinha de presentes... Claro que não comprei nada, era tudo exorbitantemente caro, mas tirei fotos e já vale né!
A entrada do Studio é um auditório e assistimos um vídeozinho com o diretor e elenco dos filmes... No final, o telão se levantou e o que estava lá???
A BELISSIMA PORTA DE CARVALHO PARA ENTRADA NO SALÃO PRINCIPAL DE HOGWARTS.

Ai meu Deus, quase tive um troço, sério. A partir daí, me diverti mais do que criança. Já disse que uma imagem expressa mais do que mil palavras, não é mesmo? Então veja alguns detalhes do Studio abaixo (CUIDADO SPOILER):


Warner Bros Studios - 11 de out de 2015

O armário sob a escada

Salão principal

Loja do senhor Olivaras

Expresso de Hogwarts

Rua dos Alfeneiros 4 Little Wings Surrey

Beco Diagonal

Noitebus andante

Gemialidades Wesley

Cerveja amanteigada

Varinhas a venda na lojinha

Sapos de chocolate a venda na lojinha

Chega de foto para não estragar a surpresa. :)

passeios em londres

Intercâmbio em Londres - Sky Garden

agosto 19, 2017

A finesse chegou!

Indicação boa é passada de boca em boca, né? Durante meu intercâmbio, uma amiga me chamou para visitar o Sky Garden que era (é) free e parecia bem bacana, topei na hora. Não sabia que essa se tornaria a principal indicação que repasso a todos que me perguntam sobre o que fazer em Londres.

 Sky Garden - 18 de nov de 2015 (@blogperegrina)

Vista Sky Garden - 18 de nov de 2015 (@blogperegrina)

A primeira coisa sensatíssima a se fazer é marcar sua hora aqui. É bastante concorrido, porque é uma lindeza de lugar, então marca sua horinha com antecedência. Depois é só ir (endereço no final deste post) e apreciar – muito fino gente.

20 Fenchurch St, London EC3M 8AF, Reino Unido
10am - 6pm
11am - 9pm

passeios em londres

Intercâmbio em Londres - Camden Camden Camden Town

agosto 16, 2017

Pensa num bairro que eu queria visitar todo santo dia (pelo menos todo final de semana vai) capaz de reunir cultura, diversidade, clássico e agitação no mesmo lugar: essa é Camden Town


Camden Town linha do trem - 28 de nov de 2015 (arquivo pessoal)

Tá afim de comer? Camden Town. Quer ouvir uma boa música? Camden Town. Beber então? Camden Town. Que tal um pircing, uma tatuagem nova? Camden Town. Uma lembrancinha bem baratinha pra levar pra família? Camden Town. Vamos ver pessoas esquisitas, exóticas, lindas? Camden Town. MELHORES CORAIS DE NATAL? CAMDEN TOWN. Gente, tem tudo nessa tal de Camden Town (much love).

Berço de grandes nomes da música, como Amy Winehouse, que iniciou sua carreira em um dos, entre vários, bares descolados e bem frequentados de Londres The Hawley Arms, o bairro é destino certo dos boêmios de plantão.
Adendo: não é só de pubs que se vive Camden Town... O mercado de rua é fantástico, tem diversas opções de restaurantes, tattoo house, lojas de todo tipo, enfim, bem completo.


Camden Town memorial Amy Winehouse - 28 de nov de 2015 (@blogperegrina)


Camden Town Market - 28 de nov de 2015 (@blogperegrina)

O primeiro pub que fui em Londres obviamente foi em Camden. Engraçado que havia um rato passeando pelo bar e as pessoas super acharam normal (?), sorte que as cadeiras eram daquelas bem altas e meus pés não alcançavam o chão, nem que eu quisesse... morro de rir até hoje lembrando daquela noite estranha... que situação! rs

Quando você escolhe visitar Camden Town, pode ter certeza que experiências hilárias te aguardam, por isso não poderia deixar de indicar meu bairro mais amado em Londres.

passeios em londres

Intercâmbio em Londres - British Museum

agosto 14, 2017

O British Museum conta com um acervo magnifico, que narra a história da humanidade em peças consideradas patrimônio compartilhado da humanidade e pode facilmente ser comparado com o museu mais famoso do mundo - o Louvre. Eu que adoro museus e visitei muitíssimos na Europa, tenho um chamego especial pelo British e pessoalmente falando acho muito mais atrativo que o Louvre.

Começando pelas instalações: A edificação é de uma arquitetura neogrega clássica datada em 1852, formada por quatro grandes alas e vencedora de um prêmio do Royal Institute of British Architects, tamanha formosura. Contudo seu interior é contemporâneo, atual, jovial... formando o contraste perfeito.

British Museum - 07 de out de 2015 (@blogperegrina)

British Museum  - 07 de out de 2015 (@blogperegrina)

Dentre todas as áreas do museu, a minha favorita é a Egípcia... Extremamente completa, a área é cheia coisas legais, peças exclusivas como a Pedra de Roseta, múmias incluindo a famosíssima Múmia de Katebet em perfeito estado, ouro ouro e mais ouro, entre outros... eu me diverti à beça. Sabia que este é o maior acervo egípcio fora do Egito? Pois é!

British Museum Pedra de Roseta  - 07 de out de 2015 (arquivo pessoal)

British Museum Múmia de Katebet  - 07 de out de 2015 (arquivo pessoal)

Sugiro que os visitantes tirem uma manhã inteirinha para dedicar aos corredores e as preciosidades do British Museum, localizado em Bloomsbury, região central de Londres - até mesmo a lojinha vale a pena ser visitada.

A entrada do British Museum, como a grande maioria dos museus de Londres, é free (olha os pontos a favor, é o primeiro museu público nacional do mundo), mas a administração do museu incentiva que seus visitantes ofereçam donativos para assistência.

Endereço:
Great Russell St, Bloomsbury, London WC1B 3DG, Reino Unido.

passeios em londres

Intercâmbio em Londres - parques e corrida ❤️

agosto 08, 2017

Se tem uma coisa que fiz em Londres foi correr. Eu corri em todos os parques possíveis e imagináveis que eu podia. Corri muitos dias, muitas horas.

Tive diversos motivos para correr: solidão, preocupações, falta do que fazer... Olha esse artigo maravilhoso sobre como a corrida influencia nossas emoções e sensações. Emagreci 5 quilos involuntariamente por praticar tanta atividade física, nunca fui tão ativa e não sou tão ativa hoje rs

Não faltam parques em Londres, todo bairro tem o seu próprio parque, e eu sou apaixonada por parques me diverti a beça. É de praxe que em todo país que visito procuro por pelo menos um parquezinho para conhecer, seja para um piquenique, uma espreguiçada, uma corrida.

Como uma imagem fala mais do que mil palavras selecionei algumas belezuras:


The Regent's Park - 08 de out de 2015 (arquivo pessoal)

Finsbury Park - 26 de out de 2015 (arquivo pessoal)

Holland Park - 28 de out de 2015 (arquivo pessoal)

Gladstone Park - 04 de nov de 2015 (arquivo pessoal)

Hampstead Park - 16 de nov de 2015 (arquivo pessoal)

The Regent's Park - 04 de dez de 2015 (qrquivo pessoal)

O meu parque favorito em Londres não foi explorado em corridas e sim em longas tardes frias de preguiça e relaxamento. O Green Park tem todo amor do meu coraçãozinho, apesar de não ser o parque mais famoso de Londres e ser constantemente esquecido devido ao seu vizinho Hyde Park, meu sonhos brilhavam toda vez que eu visitava... Claro... Eu que me encanto por tudo que é lado B ❤️



Green Park - 05 de out de 2015 (arquivo pessoal)

planejando intercambio

Intercâmbio em Londres - Seguro saúde e economias com alimentação

agosto 08, 2017

Vamos falar de coisa boa ? Vamos falar de saúde !

Toda vez que viajo sozinha algo de muito maléfico acontece... Talvez seja uma nuvem negra que paira em mim, ou é só o destino provando a mim mesma que consigo superar qualquer doideira... Enfim... Um item obrigatório nas minhas viagens solo é o seguro saúde (porque vai que né)...

Para Londres eu contratei o seguro mais barato na época, a Assist Card Student e obviamente precisei utilizá-lo devido a um probleminha de pele causada pela água calcária + frio. Marquei uma consulta para dali 2 dias em London City (centrão) e o atendimento foi fantástico... A médica era francesa e super entendeu que meu inglês não era lá essas coisas. Me passou medicação e problema resolvido.
Importantíssimo dizer que o Seguro Saúde não é obrigatório para estudantes com destino Londres, mas tenha ! Em outros países da Europa é sim obrigatório (consulte aqui mais infos).

Claro que a alimentação anda de mãos dadas com a nossa saúde, e sinceramente falando senti falta de algumas comidinhas enquanto estive em Londres... Meu maior problema foi com o feijão, por motivos de: 1. não sei preparar muito bem, 2. os ingleses não usam panela de pressão assim frequentemente e 3. é um item caro, logo descartado da minha lista econômica.

Me esbaldei de frango, massa e guloseimas, porque isso era baratíssimo. Semanalmente eu gastava cerca de 15 pounds no mercado, e comprava de tudo: frutas, frango, arroz, pão, leite, biscoito, suco, cereais, macarrão, molhos variados... Muitos destes itens custavam 1 pound ou menos.

A casa do Dom oferece todos os utensílios domésticos e eu, muito dotada de culinária (sqn) preparava minha comidinha todo santo dia, além de tomar café da manhã e da tarde em casa também. Eu só comia fora nos finais de semana, mas preferia as bebedeiras nos pubs.

Os mercados mais econômicos estão longe do centro e próximo as áreas residenciais, destaco o Asda, na minha opinião era o maior e mais econômico, eu frequentemente comprava produtos da marca do supermercado, que eram ótimos (ate hoje recebo e-mail de promoção do Asda) 😂





Outras dicas para economizar na alimentação:
  • Utilize as promoções de "kit-lanches" dos supermercados (lanche, bebida e chocolate/fruta) para café da manhã, café da tarde e etc ao invés de ir aos cafés propriamente dito;
  • Verifique as promoções compre um e leve dois (sempre tem);
  • Substitua produtos de lojinhas brasileiras por produtos ingleses, exemplo creme de leite, leite condensado, achocolatados, tudo isso existe nos supermercados ingleses;
  • Leve suas sacolas quando for realizar compras, elas são cobradas caso você não tenha.
  • Vá um pouquinho mais longe (subúrbio) para fazer compras... Vale a pena.
  • Compre bebidas alcóolicas no supermercado para o esquenta e leve o seu documento de identidade, eles pedem mesmo (ou será que pediram pela minha cara de menina? Enfim, levem! rs).

Ps. Na minha primeira compra em um supermercado inglês eu obviamente paguei um super mico, pois os caixas são de autoatendimento e euzinha não entendia nada de inglês para manusear a máquina (muita tecnologia pra mim) e entender o que aquela voz robótica in British sexy english dizia, mas lá para a terceira vez já estava craque 💪

planejando intercambio

Intercâmbio em Londres - Procurando uma acomodação

agosto 05, 2017

Aonde quer que estejamos, precisamos de um lugarzinho para chamar de casa, não é mesmo ?

Pois bem, na minha experiência aprendi que a insegurança e a ansiedade são inimigas da economia... Eu resolvi reservar 4 das 14 semanas que ficaria em Londres ainda no Brasil, sem conhecer a casa pessoalmente, apenas por indicações na internet.

Fechei com a CasaLondres, e não posso dizer que foi uma experiência ruim, muito pelo contrário. Fiquei hospedada em uma das casas estudantis, localizada em Manor House - Picadilly Line... A localização foi cruscial, pois é de extremo fácil acesso a partir do aeroporto, que também está na Picadilly Line, ou seja, sem necessidade de baldeação.

Manor house station tube - 04 de out de 2015 (arquivo pessoal)

Chegando no aeroporto (zona 6 de Londres) comprei um ticket de metro ate a zona 2. Entrei no metro e só desci em Manor House, cerca de 1h30 depois. Bem pertinho da estação contratei um taxi que me levou ate a residência (5 minutos, pertinho pertinho).

Quando meu contrato com a CasaLondres expirou optei por não renovar, pois havia encontrado (através de indicação de uma linda amiga - obrigada Fefe) uma casa mais agradável e com quartos mais baratos. Passei as próximas 10 semanas em Willesden Green em uma das casas do Dominic (Dom's Bed and Breakfast) e confesso que a localização, preço e casa me agradaram muito mais...

Dom's Bed and Breakfast - 01 de nov de 2015 (arquivo pessoal)

Na casa do Dom dividi o quarto com mais 2 brasileiras e era difícil me sentir sozinha (o inverno estava começando, a cidade começou a ficar fria e pesada... A atmosfera era de solidão) mas felizmente a casa era bastante acolhedora e os moradores também. No fim acabei indicando uma super amiga para morar na casa e ficamos mais próximas... claro que eu não poderia deixar de indicar aqui também !

planejando intercambio

Intercâmbio em Londres - Como escolher a escola de inglês ?

agosto 04, 2017

Essa é uma das decisões mais importantes, se não a mais, de todo o nosso planejamento. Acredito piamente que a escola é responsável apenas por 20% do nosso rendimento, todos os outros 80%, meu amigo, é com a gente mexmo, mas vamos passar todos os nossos dias na escola, certo ? Então vamos escolher com dedicação.

Em qualquer lugarzinho desse mundo maravilhoso vamos ter pelo menos 3 categorias de escola
1. Econômicas: escolas com predominância em uma nacionalidade, com infraestrutura simples.
2. Médias: escolas com um pouco mais de mix de nacionalidade, com uma infraestrutura boa.
3. Premium: escolas "motherfucker", top de linha.

Para a minha necessidade (leia bolso) a categoria econômica se encaixava muito bem, obrigada ! 

Entrei em contato com cerca de 20 escolas Londrinas que ofereciam o curso de General English. Destas, selecionei 03 que me agradaram, seja pelo preço, relatos que pesquisei na internet e algumas indicações... são elas: Speak Up London, Princes College e The English Studio.


Eu elegi (com todo amor do mundo) a Speak Up London e foi a melhor decisão.


A Speak Up é uma escola de inglês pequena, acolhedora, linda e maravilhosa localizada no coração de Londres em uma rua super famosa pelo comércio agitadíssimo, chamada Oxford Street. Era tudo que eu procurava, uma escola pequena com foco total no aluno e na experiência, não somente aulas exaustivas.

A localização, o atendimento e o preço da Speak Up me conquistaram antes do embarque. Os professores, os alunos, a administração,  a proposta de ensino e as festas me conquistaram durante toda a duração do meu curso. Se eu indico a Speak Up ? COM CERTEZA !



Garota propaganda Speak Up London - nov de 2015 (arquivo pessoal)

Eu estudei por 2 meses no período diurno, e 1 mês no vespertino (troquei por opção minha), todos os meus professores eram britânicos e super animados. Além disto a Speak Up oferecia Speaking Class todos os dias  FOR FREE. Minhas salas de aula tinham em média 12 alunos, sendo que apenas 4 (no máximo) eram brasileiros. A nacionalidade predominante em 2015 era Italiana. Para vocês terem noção do charme, eu tenho o diretor da escola no meu facebook, tamanho acolhimento que eles dão aos alunos.

Atualmente tenho planos de voltar a estudar em Londres e a Speak Up, que mora no meu coração, é a minha primeira opção, sem sombra de dúvidas (SPEAK UP ME PATROCINAAAAA <3).

planejando intercambio

Intercâmbio em Londres - Primeiro passo para a liberdade: passaporte

agosto 03, 2017

Simmmmm, o primeiro passo dá uma maravilhosa sensação de liberdade... Parece bobo, mas ter o passaporte em mãos me deixou leve como uma pluma, pronta para voar. 

Aeroporto Internacional Jorge Chávez Lima, Peru - 02 de jul de 2017 (instagram @feramosc)

O meu processo para emitir o passaporte foi muito simples e se resolveu em mais ou menos 1 mês. Todos os passos estão descritos neste link.

Basicamente precisamos verificar e providenciar toda a documentação necessária descrita no site da polícia federal. Para nós, lindos brazucas, o RG, CPF e título de eleitor em dia resolve, a parte mais chatinha é comprovar que você participou das últimas eleições ou que pagou a multa, mas tudo pode ser resolvido aqui.
Depois disso vamos preencher o pedidinho e pagar a taxa solicitada.
Agora só agendar seu horário na unidade da Polícia Federal mais próxima de você e levar toda essa documentação exigida.

Você é ansioso como eu ? Então acompanha aqui o status da sua emissão e boa sorte !

Serviço em Barueri (minha cidade):
POLÍCIA FEDERAL
Funcionamento de segunda a sexta feira.
Emissão de passaportes das 10:10 as 18:00h
Retirada de passaportes das 10:10 as 16:00h

Endereço: Alpha Shopping (Al. Rio Negro, 1033) - Piso Lírios - Loja 66, Alphaville Comercial - Barueri , SP - Brasil - 06454-000
Telefone: 11 4193-629

planejando intercambio

Intercâmbio em Londres - O Planejamento

agosto 02, 2017


Sonhar é tão bom, realizar é melhor ainda. Pena que muitas vezes não sabemos por onde começar... Desde que realizei meu intercâmbio em 2015 as pessoas passaram a me perguntar: "poxa, como você conseguiu planejar seu intercâmbio?", "quanto você gastou?", "dá pra fazer sem ser rico?", "pode me dar algumas dicas?" e eu que adoro planejar fico extremamente feliz em contribuir com o planejamento alheio.

Um pouco de aventura é uma delícia, mas precisa ser na dose certa, por isso costumo dizer que planejar é uma arte... É um processo muito eficaz que nos ajuda a atingir metas sem muitas surpresas desagradáveis.
Minha meta em Fevereiro de 2014 era realizar um intercâmbio para aprender inglês... nesta época meu nível de inglês era básico e minha área de atuação (TI) me cobrava fortemente por melhoras. Mas vamos lá, como realizar um intercâmbio sendo que eu não tinha (tenho hehe) dinheiro sobrando? Pois é migos, no meu caso foram necessários exatos 20 meses de "mão-de-vaquice" e muito esforço para juntar toda a grana necessária.

E eu consegui. Qual foi o segredo ? PLANEJAMENTO.

Que Disney que nada, meu sonho de menina sempre foi conhecer Londres. Eu queria ver as cabines telefônicas e os ônibus vermelhinhos, o majestoso Big Ben, eu queria sentir aquela garoa, aquele friozinho... mas convenhamos, eu nasci em uma família pobre... quais eram as minhas chances de conseguir ir para Londres quando menina ? NENHUMA, ZERO, MENOS UM.


Big Ben visto da London Eye - 28 de dez de 2015 (instagram @blogperegrina)

Pois bem, eu dei uma crescidinha, entrei na faculdade e consegui um bom estágio. Hora de ir atrás dos meus sonhos, não é mesmo ? Comecei a cotar intercâmbio com agencias... Primeira agencia: valor absurdo. Segunda agencia: valor astronômico. Terceira agencia: valor colossal.
Pensei "vou desistir desse sonho besta, isso não é pra mim", só que não sou uma pessoa que desiste fácil então mudei o foco: vou para um país mais barato.

Mas Londres insistia em permanecer nos meus sonhos e um belo dia tive um insight, a brilhante ideia de entrar em contato com uma das escolas oferecidas pelas agencias verificar o valor: para minha surpresa, o curso estava 50% mais barato.
A chama reascendeu e assim começou toda a minha saga em busca de uma escola econômica, de acomodações que coubessem no meu bolso e alternativas para concretizar meu sonho.



(A minha dica para quem não sonha com nenhum lugarzinho desse mundo maravilhoso é: pesquise. Busque informações sobre as diversas opções que temos e escolha a que cabe no seu bolso e no seu coração.)

Posso dizer que deu tudo certo para mim. Em 03 de Outubro de 2015 embarquei no meu sonho e foi tudo muito melhor do que o imaginado.


Tower Bridge - 06 de out de 2015 (arquivo pessoal)

Meu planejamento financeiro está logo aqui abaixo e nos próximos posts vou explicar tintim por tintim cada um deles:



Total do meu investimento em 2015: +- R$25.000,00
* Libra variando de R$5,50 ~ 6,50 na época.


pensamentos

Como surge o amor

agosto 01, 2017

Não que eu seja boa conselheira, mas se tem um conselho que insisto em espalhar pro mundo é: viaje. Viaje hoje. Viaje amanhã. Viaje quando puder. Qualquer destino. Qualquer situação. Qualquer dor. Qualquer amor. Uma viagem sempre se encaixa. Uma viagem sempre resolve.

Desde pequena viajava como acompanhante de minha avó amada (que não está mais nessa viagem) para Minas Gerais, visitar a família. Eram horas de ônibus e eu amava aquilo. A companhia e a viagem. Tenho lembranças deliciosas e sou grata por elas existirem... (que bom que viajamos muito, meu anjo) !

Depois que conquistei minha independência financeira sonhei com um muitos destinos, realizei alguns.

O blog nasceu deste amor. Amor por viagens. Descobri um outro amor recentemente: ajudar pessoas a realizarem seus sonhos através de viagens. Posso não ser a melhor conselheira, mas se tem uma coisa que sou boa é em viajar.

Quero trocar minhas experiências nos 10 países que conheci até hoje, aos 23 anos, com quem compartilha deste amor. Se tem amor, é bem-vindo !

"... Não há alegria maior do que ter um horizonte infinitamente mudando, a cada dia para ter um novo e diferente sol".
Christopher McCandless - Into the wild

Like us on Instagram